terça-feira, 18 de julho de 2017

considerações sobre o veraneio



Desde há vários anos, tinha sempre a obrigatoriedade de gozar as minhas férias em Agosto. Nada contra. Gostava era de, além de Agosto, ter também Junho, Julho e Setembro livres. :) E depois umas duas semanas na Páscoa, mais duas no Natal... (sim, eu sonho alto!)

Regressemos ao mundo real. Tendo que escolher, sempre achei que Junho e Setembro seriam os melhores meses. Este ano estou a testar parcialmente a minha teoria mas ainda a meio do estudo, já acho que férias recortadas não proporcionam o mesmo descanso. Não chegamos a sentir aquela vontade ligeira de regressar, não sentimos saudades e voltamos ainda a precisar de distância da realidade quotidiana. Como uma noite em que não durmamos as horas necessárias, sabem? Vocês como fazem?

Entretanto, o desafio é aproveitar Lisboa o melhor possível nos tempos livres durante os meses de Julho e Agosto - e fugir tantos fins de semana quantos for possível! Essencialmente, queria dizer-vos que vou andar mais por aqui e tentar voltar a ter alguma assiduidade erva-cidreiresca. (sim, eu sonho alto!)

Bom Verão, gente!


(todos os meses e estações do ano escritos em maiúsculas são propositados porque essa regra do Acordo Ortográfico irrita-me particularmente)


4 comentários:

Joana disse...

Bom verão!! :) Beijinhos

faz bem aos olhos disse...

Gosto de "desligar o botão" ao longo do ano, em vez de juntar os dias todos e consumi-los de uma só vez como se não houvesse amanhã. Gostamos de dosear ;) é por isso mesmo que temos uma rulote (fixa) num parque de campismo perto da nossa zona e sempre que temos dias livres, lá vamos nós. Garanto, um fim-de-semana naquela paz recarrega baterias para mais uns valentes dias de trabalho. No que respeita a férias só as podemos ter em Agosto (no caso, ossos do ofício) e por norma tiramos apenas dez dias para sairmos daqui, rumo ao sul, Alentejo, adoramos!!! :)

Naná disse...

Para mim não há nada melhor que férias em Junho e Setembro, este último principalmente.
Isto porque tendo em conta que sou algarvio e resido no Algarve, tirar férias em Agosto só se fosse para me enervar mais do que descansar... ou se fosse para sair daqui para fora, para bem longe. Eu sei que resido na terra das "férias" mas infelizmente é muito complicado não poder usufruir do que a minha terra tem para dar no mês de Agosto, porque quase todo o mundo caiu em peso cá...
Por isso, em Setembro já se vai conseguindo fazer isso com alguma qualidade e ainda dá para desfrutar do bom tempo ;)

Mas também gosto de "mudar de ares" e por isso, quando posso vou "para fora cá dentro". Afinal de contas temos um país tão bonito para conhecer!

Raquel disse...

Eu gosto de ter pelo menos duas semanas seguidas no Verão. Seja em que mês for. Normalmente é em Agosto, visto que o respectivo é obrigado a tirar os primeiros 15 dias, porque trabalha numa faculdade e a dita fecha. (e a última semana do ano também ninguém me tira, gosto de terminar o ano em casa, com os miúdos, a gozar os dias de chuva, os doces de Natal e muitos filmes debaixo das mantas). Este ano, as criaturas pequenas já nos trocaram as voltas com as datas dos acampamentos. Resultado, uns dias em Junho, uma semana em Julho, uma semana e meia em Agosto, uns dias em Novembro e uma semana em Dezembro. Vai ser assim tudo muito distribuído. Tens razão quando dizes que mal chega a saber a férias porque não chegas a ter saudades de regressar a casa, mas por outro lado, também é bom teres sempre mais uns diazinhos de folga por que ansiar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...