segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

a perspicácia aos 7 anos


"- Martim, isto está caótico, não está? Já tinhas ouvido esta palavra? Sabes o que quer dizer?
- Sim, sei, o meu pai diz muitas vezes essa palavra quando entra no meu quarto."


sábado, 30 de janeiro de 2016

a cozinha da vizinha é sempre melhor do que a minha




Perco-me um bocadinho com as cozinhas em exposição na IKEA. Andei por lá (Loures) na quinta-feira e fotografei as minhas preferidas. Algumas são tão acolhedoras e com um ar tão habitado que me apetece ficar lá a viver. Mudar-me para lá. Demorar-me. Arregaçar as mangas e inventar coisas novas na cozinha. Sentar-me na mesa a desenhar, esticar os pés por cima de uma cadeira e esquecer-me das horas. No fundo, acho que é isso que se pede de uma cozinha: que seja um convite a ficar. Era isso que gostava que a minha cozinha me dissesse mas ela tem andado terrivelmente silenciosa.



 


sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

sabores para todos os sentidos



Finalmente fui visitar a Maria Granel da querida Eunice. Não há pessoa mais doce, nem sítio que melhor transmita a serenidade de quem o sonhou e concretizou.

Difícil é escolher o que trazer e o que fica para a próxima. A minha carteira não chega para tudo mas há alturas em que aceitar isso custa mais do que noutras. Tanta coisa e tudo tão bom e com tão bom ar! Isto é mesmo publicidade gratuita, acreditem. Tudo biológico e a granel. Vão espreitar ao bairro de Alvalade e garanto que vão perceber-me.




terça-feira, 26 de janeiro de 2016

forrar capas de cadernos, livros e blocos de notas





Há muitos cadernos giros por todo o lado. Demasiados mesmo. Tão giros que às vezes custa resistir-lhes mesmo sem precisarmos. Aliás, há tantos e tão bonitos que não se justifica alguém ter cadernos de que gosta só assim-assim. Mas, porque os assim-assim existem, a solução é subir a fasquia e forrá-los ao nosso gosto. Já forrei várias vezes com recortes, papéis de embrulho e até com tecido mas acho que nunca tinha ficado tão feliz com o resultado, como com estes.

Usem cola branca, o vosso gosto, um bocadinho de paciência... e podem ter cadernos personalizados para sempre. Até me apetece ir comprar muitos cadernos feiosos só para poder continuar a forrá-los a azulejo português! Não ficaram lindos?




terça-feira, 19 de janeiro de 2016

um calendário diferente para um ano especial


damask love

Todos os anos compro uma agenda em papel logo no final de Novembro (ou no início de Dezembro) do ano anterior. Em parte por me ajudar a andar organizada e a não me esquecer de datas ou compromissos importantes, mas também porque gosto de estar sempre a escrever e de papéis em geral (e ainda posso guardar um mundo de coisas entre as páginas de uma agenda). Eu sei que não estou sozinha nisto!

Quanto a calendários de parede, é mais a meio de Janeiro que começo a sentir a ausência. Este ano optei por não comprar e imprimi um calendário MUITO giro do damask love que partilho convosco porque é liiindo, gratuito, muito engraçado e para colorir! Só coisas boas. É mesmo divertido e assinala apenas datas "ridículas" (que não são nada ridículas!). Hoje, por exemplo, é o Dia das Pipocas e estou bem capaz de o celebrar logo depois do jantar com uma grande taça de pipocas no colo a acompanhar um filme.

Feliz Dia das Pipocas!

damask love

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

croissants de amêndoa - em menos de 30 minutos



Nós somos muito fãs dos croissants de amêndoa da Eric Kayser mas não moramos assim tão perto de nenhuma e eles também não são propriamente baratos, por isso, este fim de semana resolvi improvisar croissants de amêndoa caseiros. Cerca de 20 minutos depois já estavam a voar quentinhos do forno (e não se ficam muito atrás dos originais!).

Croissants de amêndoa

1 Base de massa folhada fresca de manteiga (gosto do sabor das que se vendem no Lidl)
1 ovo
100g de miolo de amêndoas triturado
75 gramas de açúcar mascavado
1 colher de sopa de manteiga com sal amolecida
2 colheres de sopa de miolo de amêndoas em palitos
açúcar de confeiteiro para polvilhar

  1. Retirar a massa folhada do frio e estendê-la.
  2. Ligar o forno a 180ºC.
  3. Forrar com papel vegetal o fundo de um tabuleiro de ir ao forno (eu uso o papel que vem enrolado na massa).
  4. Bater o ovo numa taça e separar 1 colher de chá de ovo batido para usar mais tarde.
  5. Juntar o miolo de amêndoas, o açúcar mascavado e a manteiga ao ovo e misturar bem.
  6. A partir do meio, cortar a massa em 5 fatias (ficam mais ou menos triangulares).
  7. Colocar cada fatia de massa folhada sobre o papel vegetal no tabuleiro, colocar um quinto do preparado de amêndoa sobre a parte mais larga e enrolar em forma de croissant sem apertar muito.
  8. No final de enrolados os 5, deixá-los espaçados sobre o tabuleiro.
  9. Pincelar a superfície dos croissants com a gema de ovo deixada de parte e salpicar com as amêndoas picadas.
  10. Levar ao forno até dourarem, cerca de 20 minutos.
  11. Polvilhar com açúcar em pó e servir quentes ou frios (vai custar esperar mas cuidado para não se queimarem!)



quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

um bouquet de... couves



A minha formação é na área da biotecnologia vegetal e, apesar de mais frequentemente vermos a Biologia associada aos animais, aquilo que me apaixona a sério são as plantas. Desde as adaptações de algumas espécies a climas inóspitos, ao uso criativo de outras para alimentação humana, passando pelas plantas e flores que nos enchem os olhos, quase tudo me interessa e fascina no reino vegetal.

Sempre preferi as plantas no seu habitat natural mas gosto de ter muito verde em casa e, sem quintal neste momento, a melhor alternativa são os vasos. Mais raramente, oferecem-me (ou compro) flores frescas e, apesar de terem uma vida curta, há que reconhecer que são um verdadeiro anti-depressivo natural. Tudo melhora com flores em casa!

Um destes dias, o inesperado aconteceu: recebi um bouquet de couves. :)



quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

ter os pés no chão



Fotografar pés é uma daquelas tristes manias adolescentes que algumas pessoas da minha geração não conseguiram superar. Na época das selfies, do que continuo a gostar mesmo é de fotografar pés e de filmar passos.

Há uma certa poesia no chão que pisamos. Que nos sustenta. Na gravidade. Nos passos que nos levam a algum lado e até nos que não damos. Por que é que não os damos?





segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

15 anos!



Fez hoje 15 anos que começámos a namorar. 15 anos é já a idade de um adolescente matulão no secundário, começa a ser um número decente para se comemorar. E como nós gostamos de comemorações!

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

pinheiro com prazo de validade


Depois de amanhã é Dia de Reis, o dia oficial de se retirarem as decorações de Natal. O nosso pinheiro deste ano chegou mais cedo que o habitual cá a casa, era muito alto (pode não parecer mas tinha bem mais de 2 metros de altura) e não trazia uma raiz assim tão grande. Esses factores juntos (e talvez mais alguns, como o calor da nossa sala) fizeram com que tenha chegado ao dia 24 já um bocadinho despido e eu tenha optado por "desenfeitá-lo" e levá-lo para a varanda logo a 26 de Dezembro. Já estava um bocadinho farta de aspirar agulhas de pinheiro. Cumpriu a sua função (que nem sei bem qual é) e despediu-se. Agora estou a dar-lhe uma hipótese lá fora, se sobreviver transplanto-o para a terra, se continuar a secar vai dar lenha para uma fogueira muito aromática!

Este arranque de Janeiro custa-me sempre. Como estão a ser os vossos dias? Para mim, se regressar ao trabalho foi difícil, despedir-me oficialmente das festas é quase doloroso. Se pudesse, hibernava todos o anos até ao final de Março. Posso?


quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

ainda na senda dos Biscoitos de Natal... e de fim-de-ano



Encontrei uma receita de bolachinhas com uma massa que prometia não partir, manter formas perfeitas depois da cozedura e não precisava de repousar no frigorífico. Duvidei (dizem que "quando a esmola é muita, o pobre desconfia" e foi o caso) mas resolvi dar-lhe uma hipótese e... cumpre! Quando comecei a cortar as bolachas ainda reclamei um bocadinho porque as primeiras partiam mas depois devo ter feito alguma coisa bem porque voltei a amassar e todas as fornadas saíram sem falhas! É mesmo um prazer trabalhar esta massa. Recomendo e encontram-na aqui, no Katrina'sKitchen. As minhas ficaram ou não a coisa mais gira do planeta (quase, vá!)? Até dá pena trincá-las!



terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Natal 2015



(Fotografias desfocadas tiradas com o telemóvel. Dêem-me o desconto!)



Estou em férias desde quinta-feira e tem sido tão bom (e estava a precisar tanto!) que até me esqueci que tinha um blog! O tempo tem sido gerido entre algumas das coisas que mais prazer me dão (como cozinhar para uma casa cheia, ler de manhã, ver filmes pela noite dentro, fazer embrulhos, decorar mesas, pintar frascos, fazer biscoitos...) e outras que nem por isso (arrumações, limpezas, viagens longas de automóvel...). Se quiserem a receita destes biscoitos, é a mesma que inventei há uns anos e encontram-na aqui.

Com ou sem férias, desejo que o vosso Natal tenha sido muito bonito.

"É que um menino nos nasceu, um Filho nos foi dado. Deus colocou a soberania sobre os seus ombros. Os Seus títulos são: Conselheiro maravilhoso, Deus forte, Pai para sempre, Príncipe da paz. Ele vai alargar o Seu domínio e governar em paz total, sobre o trono de David e sobre o seu reino. Vai estabelecê-lo e consolidá-lo com a justiça e o direito, desde agora e para sempre. É isto mesmo que vai realizar o Senhor do Universo, com todo o zelo." da Bíblia Sagrada, no livro de Isaías 9:5-6 


segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

tocam os sinos: Dlim! Dlão!




Este ano trabalho mesmo até dia 23 e só no dia 24 é que vou, finalmente, poder pensar sequer em descansar... só que não vai haver tempo com tantos bolos e coisas boas que me apetecem preparar (e com as viagens que teremos de fazer). Vai ser bom na mesma. Faltam 10 dias. Espero que falte menos para vocês.

Deixo-vos a banda sonora cá de casa. Boas preparações para a consoada! Ou para a desconsoada. Tudo menos desconsolada! Boa semana!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

postais com pop-up




Ainda na senda dos postais de Natal, que este ano resolvi fazer eu própria em vez de comprar, queria mostrar-vos estes com um elemento pop-up em papel. Se forem assim simples como estes que fiz hoje, são muito mais fáceis de conseguir do que pode parece à primeira vista. Aliás, na próxima semana, estou a pensar propor a miúdos do 1º ciclo fazerem uns quantos. Simples, rápidos e ficam esta coisa querida!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...